Odeon_10679A_Odeon.jpg

SAMBA E LITURGIA - A música de Getúlio Marinho

longa metragem documental

Direção: Francisco Serra

:: em captação ::

Projeto de produção de documentário musical de curta metragem sobre o legado musical do sambista Getúlio Marinho (BA,1889 / RJ, 1964), e sobre sua genealogia entre a comunidade afro brasileira no Rio de Janeiro. Em 1930, período  que coincide com o início das gravações elétricas no Brasil e com a profissionalização dos músicos e compositores do samba,  Getúlio Marinho foi responsável por “levar os pontos da macumba para o disco”, segundo o jornalista e pesquisador Jota Efegê. Marinho participa como intérprete e produtor de registros sonoros de cantos e pontos em homenagem aos orixás, amplamente divulgados nos jornais da época. Estas músicas, gravadas em parceria com Elói Anthero Dias na Odeon, estão entre os primeiros registros de pontos de terreiros que se tem notícia na história da indústria fonográfica no Brasil. 

Através da trajetória e das músicas de Getúlio Marinho, gravadas por diversos intérpretes da música popular brasileira entre 1930 e 1960 em discos 78rpm, o filme investiga a influencia da liturgia dos terreiros no samba e na música popular brasileira, utilizando-se de material de arquivo e depoimentos de músicos, historiadores e lideranças religiosas.