Claudio Tammela

é editor, diretor e roteirista com experiência em cinema documentário, programas de tv, séries de ficção, séries documentais, videoclipes e institucionais.

 

Montagem de longa-metragens:

- O ÍNDIO COR DE ROSA CONTRA A FERA INVISÍVEL: A PELEJA DE NOEL NUTELS (Dir. Tiago Carvalho, 2020). Prêmio da Crítica e do Público no Festival du Cinéma Latino-Américain BIARRITZ 2020 (FRA) e Melhor Documentário Iberoamericano no Festival Internacional de Cinema de Buenos Aires - FIDBA 2020 (ARG) e outros;

- A MULHER DA LUZ PRÓPRIA (Dir. Sinai Sganzerla, 2019), Melhor Desenho de Som – Festival Guarnicê 2020; Menção Honrosa no 15° Festival Tucumán Cine Gerardo Vallejo (Argentina, 2020);

- POR PARTE DE PAI (Dir. Guiomar Ramos, 2017);

- BARBA, CABELO & BIGODE (Dir. Lucio Branco, 2016), Melhor Filme do Cinefoot 2016;

- EL FUTURO ÉS BRILLANTE (Dir. Jonathan Echeverri, 2015);

- OS SONHOS SE ENCONTRAM NO AR (Dir. Ricky Ferreira, 2014);

- MR SGANZERLA – OS SIGNOS DA LUZ (Dir. Joel Pizzini, 2011). Melhor Filme do Festival É Tudo Verdade 2012.

 

Montagem de curta-metragens: 

- TEMPO DA FLOR (Dir. Tiago Carvalho, 2020)

- NC5 CONTRA A LEI DO IMPEDIMENTO (Dir. Lucio Branco, 2019). Menção honrosa no Cine Foot 2019;

- EXTRATOS (Dir. Sinai Sganzerla, 2019). Prêmio Especial do Júri no 29º Festival Curta Cinema, Prêmio Melhor Mini Documentário da 1ª Edição do Focus Doc Indie Film Festival (Califórnia, EUA 2020);

- ELOGIO DA GRAÇA (Dir. Joel Pizzini, 2011). Melhor filme no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro e no Festival do Filme Etnográfico e Prêmio de Melhor Montagem no Festival Cinemato 2011.

 

Edição de programas de TV:

- série documental TRANSAMAZÔNICA – UTOPIAS NA SELVA (2020) - Tv Cultura do Pará;

- série de ficção DIÁRIOS DA FLORESTA (2017) exibida no CANAL BRASIL;

- programas: QUE MARRAVILHA!, REVANCHE!, CHUVA DE ARROZ, RISCO TOTAL, para GNT e GLOBOSAT; OLHARES para o Arte 1.

 

Dirige atualmente a série POÉTIKA em parceria com Maria Flor Brazil.